Episódios

Tecnopolítica #40: Sem transparência não se combate a pandemia

Neste episódio #40, Sérgio Amadeu conversa com Fernanda Campagnucci, diretora executiva do Open Knowledge Brazil, sobre a transparência dos governos na pandemia de Covid-19.nNo bate-papo, Fernanda apresenta os dados do projeto Índice de Transparência da Covid-19, realizado pela Open Knowledge Brasil, para avaliar a qualidade dos dados e informações relativos à pandemia e como esses dados têm sido divulgados pela União e pelos estados brasileiros em seus portais oficiais.nA partir das análises apresentadas, Sérgio e Fernanda percorrem a relação entre transparência e privacidade e a necessidade dos governos garantirem informações abertas e de qualidade para efetivamente ser possível enfrentar a pandemia.

Tecnopolítica #39: As transformações do digital e a política das coisas

No episódio #39, Sérgio Amadeu conversa com o professor titular do Departamento de Comunicação e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporânea da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, André Lemos. O bate-papo resgata a trajetória do virtual até o neorrealismo, passando pelas profundas transformações da sociedade para uma intensa dataficação e para a conformação de arranjos autoritários que precisam ser enfrentados. É preciso politizar as tecnologias e nelas aplicar uma reconfiguração tecnopolítica.

Tecnopolítica #38: Afinal, o que é tecnopolítica?

No episódio #38, Sérgio Amadeu conversa com ao ativista, pesquisador do Pimentalab – Laboratório de Tecnologia, Política e Conhecimento e professor da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Henrique Parra, sobre o conceito de tecnopolítica e as possibilidades das práticas colaborativas abrirem espaços para a reconfiguração das tecnologias para além do capital.

Tecnopolítica #37: Tecnologias e biopolítica

Biopolítica é um termo muito caro no universo de Michael Foucault. O filósofo trata de disseminar o termo como sendo fundamental para analisar como governos europeus, em especial, no século XVIII, passaram a descobrir a população como elemento fundamental para fortalecer suas razões de Estados, trazendo mecanismos políticos de regulamentação dos processos da vida.nnNeste episódio, Sérgio Amadeu percorre como a biopolítica criou a gestão da saúde e como essa noção vem da observação de um cenário de racionalidade política que se dá com a emergência do liberalismo. Ele também observa como o termo pode ser analisado no atual contexto da pandemia de Covid-19 no Brasil.