É possível se resguardar nas redes digitais? É possível separar a vida privada da atuação política? Os ativistas estão sendo monitorados e atacados? As mulheres, principalmente as negras, estão sofrendo constantes ataques públicos e também por mensagens privadas. Como se proteger física e emocionalmente?

Neste episódio, conversamos com Gabi Juns, da Escola de Ativismo, sobre as possíveis estratégias a serem adotadas por ativistas nas redes digitais e também fora dela e quais as perspectivas de poder, controle e monitoramento para os próximos anos.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *