Neste episódio, Sergio Amadeu conversa com Fernanda Bruno, professora titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e uma das fundadoras da Rede Latino-Americana de Estudos de Vigilância, Tecnologia e Sociedade (Lavits), sobre as implicações da conversão da experiência humana em dados que são explorados por grandes corporações. A conversa iniciou com a análise da psicologia behaviorista que sustenta a lógica da captura dos comportamentos como expressões da realidade e dos estados mentais das pessoas. Avançou para a psicoeconomia da probabilidade e para como a sujeição algorítmica é performativa e tratou da crítica ao império da probabilidade e da necessidade de superar o modo como tratamos as tecnologias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *