Neste episódio do Tecnopolítica, Sérgio Amadeu conversa com Eloísa Machado de Almeida, advogada em direitos humanos, doutora em direito pela USP, professora na Faculdade de Direito da FGV-SP, integrante da Comissão Arns e uma das autoras da ação judicial que conquistou a liminar impedindo que fosse implantado o sistema de captação e tratamento de dados biométricos dos usuários de Metrô de São Paulo para sua utilização em sistemas de reconhecimento facial. A conversa girou em torno dos riscos da biometria facial e a necessidade de uma moratória até que se considere o conjunto das implicações civis, sociais, econômicas e de segurança dessas tecnologias de controle.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *